Fiat Escopo de aplicação da LGPD

  • A que tipos de dados a lei se aplica?
    • Dados de pessoas naturais.
  • Quem está obrigado a cumprir a lei?
    • Qualquer pessoa natural ou jurídica de direito público ou privado que realize qualquer tipo de tratamento de dados pessoais (operações que vão desde a coleta a eliminação de dados).

   

O que são Dados Pessoais?

  1. Dados pessoais são os dados que tornam alguém identificado ou identificável.
  2. São dados pessoais: nome, CPF, RG, estado civil, endereço, telefone, e-mail, dentre outros.
  3. No contexto da LGPD, deve ser tratado de forma apropriada dados pessoais de clientes, colaboradores, parceiros e terceiros.
  4. Dados pessoais são apenas os “dados cadastrais”? Não. Há também o conceito de dados pessoais sensíveis, quais sejam: dado referente à saúde, dado biométrico e genético, origem racial ou étnica, convicção religiosa, opinião política, filiação a sindicato, dentre outros.
  5. Dados anonimizados? O que são? São aqueles que não permitem a identificação de um indivíduo, pois perdeu a possibilidade de associação. Exemplo.: se temos acesso a um endereço sem o número da residência, e se não há uma forma de acessar outros dados de cadastro, considera-se que a informação esta anonimizada.

 

Perguntas Comuns

  • Os dados das pessoas jurídicas são protegidos?
    • Não, mas os dados dos sócios (pessoas naturais) são.
  • Quem é obrigado a cumprir essa lei? São determinados segmentos?
    • Não, abrange toda iniciativa pública e privada.
  • Quais dados estão sujeitos a essa Lei?
    • Todos aqueles cujo o tratamento seja realizado no Brasil. Compõe o tratamento qualquer processo que envolva dados. Ex: (a) coleta ou produção de dado, (b) armazenamento, (c) recepção, (e) utilização e (f) eliminação.

   

Princípios essenciais para o tratamento de dados

Finalidade: mais importante dos princípios, consiste no tratamento de dados com propósitos legítimos, específicos, explícitos e informados ao titular.

Adequação: tratar os dados de acordo com as finalidades que eles foram coletados.

Necessidade: conceito da minimização dos dados, isso quer dizer que os dados colhidos são somente aqueles necessários para a finalidade definida.

Livre acesso: garantir consultas fáceis e gratuitas de dados aos seus titulares. Direito inclusive previsto no Código de Defesa do Consumidor no que se refere aos cadastros de proteção ao crédito.

Qualidade dos dados: garantia, aos titulares, de exatidão, clareza, relevância e atualização dos dados.

Transparência: garantia, aos titulares, de informações claras, precisas e facilmente acessíveis.

Prevenção: adoção de medidas para prevenir a ocorrência de danos em virtude do tratamento de dados pessoais.

   

Direitos essenciais do Titular

  • Acesso aos dados
  • Confirmação da existência de tratamento.
  • Correção de dados incompletos, inexatos ou desatualizados.
  • Informação sobre com quem houve o uso compartilhado dos dados.
  • Revogação do consentimento e eliminação dos dados.

Fale Conosco

Sempre que você tiver alguma dúvida sobre  a nossa Política de Privacidade, mesmo após sua leitura, ou precisar interagir conosco sobre assuntos que envolvam os seus dados pessoais, poderá fazê-lo:

  • por meio do nosso e-mail de atendimento comite.lgpd@grupobamaq.com.br; ou
  • ligando para o telefone do Encarregado de Dados: (31) 3369-1182.

Estamos sempre à disposição para colocar você no controle dos seus dados pessoais.

Contem conosco para mantê-los informados!

Para otimizar sua experiência durante a navegação, fazemos uso de nossa Política de Cookies e para proteger seus dados pessoais respeitamos nossa Política de Privacidade. Ao seguir com a navegação e visita você concorda com nossas Políticas.