Blog Delta Fiat

Todos os Post
Início Blog Potência de carro: o que levar em consideração na hora da compra?

Potência de carro: o que levar em consideração na hora da compra?

14 de setembro de 2020

A potência de carro é uma das principais variáveis utilizadas pelos motoristas como guia para a escolha do veículo ideal. Entretanto, é muito comum surgir dúvidas no momento da avaliação, principalmente quanto ao significado de cada elemento. 

Por isso, nós vamos te ajudar a entender o que deve ser levado em consideração quanto à potência de carro na hora da compra. No texto a seguir você vai descobrir como características como cavalos, torque e cilindradas influenciam no desempenho do veículo. Vamos lá? 

Entenda o que é potência de carro 

Potência de carro é a capacidade que este tem de executar uma tarefa em determinado tempo. Ou seja, quanto maior a potência, menor é o tempo de execução. De forma simplificada, podemos dizer que a potência é o que permite que um automóvel atinja boas velocidades. 

No entanto, existem diversas características que vão influenciar no resultado final da potência do carro. Os principais influenciadores são: número de cavalos, torque, cilindradas e as válvulas. 

Entenda melhor sobre cada um destes itens a seguir. 

Cavalos

O número de cavalos é um dos principais indicadores de potência do motor. Essa denominação foi inventada por James Watt, que a utilizou como equivalência de força para sua máquina a vapor.

Na época, há mais de 200 anos atrás, o transporte de carga era feito com cavalos, logo, a capacidade que o animal tinha para carregar cargas foi usada como parâmetro para calcular a potência da máquina a vapor. 

Watt definiu que uma unidade de cavalo-vapor é necessária para erguer 75 kilos a 1 metro do chão em 1 segundo. Portanto, quantos mais cavalos o veículo tiver, maior será a potência do motor, logo, sua capacidade de mover peso em uma velocidade maior é maximizada. 

Torque

O torque é a medida responsável pela força motriz do carro. Ou seja, é a capacidade do veículo de sair da inércia, de gerar movimento. Portanto, quanto maior o torque do veículo, melhor é sua resposta de aceleração. 

O torque é medido em quilograma-força-metro (kgfm) e varia de acordo com a rotação por minuto (RPM). Portanto, um veículo com um número maior de torque vai ser capaz de gerar mais força em baixas rotações, o que lhe proporciona uma maior agilidade. 

Mas afinal, como avaliar o torque na hora de comprar um carro? Se você procura um veículo para usar no seu dia a dia, então o mais recomendado é procurar por modelos que apresentem picos de torque com baixas rotações por minuto. Dessa forma, você terá um carro com resposta mais rápida e que vai se adequar melhor às características do trânsito urbano. 

Cilindradas

As cilindradas, medidas em cm³, dizem respeito à capacidade dos cilindros do motor de armazenar volume de combustível e ar. Quanto maior for o número de cilindradas, maior será o consumo com combustível que o modelo vai precisar para gerar trabalho para o motor. 

Por exemplo, se o carro conta com 4 cilindros e tem capacidade para receber 250 cm³, logo, ele conta com um total de 1.000 cilindradas. 

Outra forma de avaliar as cilindradas do veículo é transformá-la em medidas em litros. Você deve estar acostumado a encontrar definições de carros como 1.0, 1.6, 2.0, etc, não é mesmo? Esses números dizem respeito à capacidade em litros que os cilindros possuem para armazenar a mistura de ar e combustível. 

Portanto, quando um carro é definido como 2.0, isso quer dizer que ele tem capacidade para 2 litros de ar e combustível nos cilindros. 

Como avaliar qual é o melhor para sua necessidade? Se você busca por um modelo para rodar na cidade, geralmente o mais indicado é escolher modelos com menores cilindradas, uma vez que eles vão consumir menos combustível e tem rodam bem em velocidades baixas. 

No entanto, se você roda muito na estrada, talvez seja mais interessante investir em veículos com maiores cilindradas, como 2.0, por exemplo, uma vez que eles possuem um desempenho melhor em velocidades altas, e apresentam melhor resposta em ultrapassagens. 

Válvulas

As válvulas são os equipamentos responsáveis pelo controle da entrada e saída de ar e gases dentro dos cilindros, que fazem o motor funcionar. 

Cada um dos cilindros do motor possuem duas válvulas: a de admissão, responsável pela entrada de gases, e a de escape, responsável pela saída. Os modelos atualmente possuem 8 ou 16 válvulas. Ou seja, um veículo com 8V possui 4 válvulas, sendo duas para cada cilindro, e o de 16V conta com quatro válvulas para cada cilindro. 

Quanto mais válvulas por cilindro o motor tiver, mais rápida será a troca de gases. Porém, para identificar qual é a melhor opção para a sua necessidade, é importante avaliar o tipo de uso que fará com o carro.

Caso você precisa de um modelo para rodar mais na cidade, é mais recomendado recorrer a veículos com 8V, uma vez que ele terá um regime de rotação menor, e logo será capaz de entregar seu melhor torque mais rápido. 

Se o uso for maior na estrada, veículos com 16V são mais indicados, pois apresentar melhor rendimento em rotações mais altas, proporcionando assim maior potência nas ultrapassagens e melhores números de velocidade final. 

Leia também: 

Tudo o que você precisa saber sobre o sistema Start Stop dos carros
Bateria arriada: quais as causas e o que fazer?
Freios de carro: tipos, características e cuidados essenciais

Posts relacionados

Idoso tem desconto na compra de carros? Entenda!

11 de junho de 2021
Neste artigo, vamos esclarecer uma dúvida comum sobre a Venda Direta. Afinal, idoso tem desconto na compra de...
Leia mais

Fiat Ducato: consumo de combustível das atuais versões

02 de junho de 2021
O Fiat Ducato foi desenvolvido para facilitar o dia a dia dos seus negócios. Veja detalhes sobre o modelo e o...
Leia mais

Acessórios Grand Siena: conheça os itens originais para o modelo

02 de junho de 2021
Você sabia que a Fiat conta com uma longa lista de acessórios Grand Siena? Conheça todas as opções no blog!
Leia mais
Ver todos os posts